Câmara Municipal

MORRO AGUDO-SP

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA
8 AS 11H E 13 AS 17H

Get Adobe Flash player
Vereadores

Legislatura: 10ª | Período: 01/01/1989 - 31/12/1992

Prefeito: Alfredo Benedetti | Vice-Prefeito: Manoel Martins Prado

: Air Rodrigues de Castro

 

Digite seu nome.


Digite seu email.


Digite o assunto.


Digite sua Mensagem.





Air Rodrigues de Castro, nasceu em Morro Agudo, em 29 de Agosto de 1.938, filho de Mariana de Almeida Castro e de Abrahão Rodrigues de Castro. Ainda criança, recebera do avô, José Dias de Almeida, o gosto pela política. Em virtude do pai falecer muito jovem, começou a trabalhar desde criança, na Farmácia do Sr. Bolivar Berti e posteriormente do Sr. Egídio Bronhara. Trabalhava na Farmácia e estudava, no Grupo Escolar “Roberto Robazzi”, concluindo o Ginásio e posteriormente a Escola Técnica de Contabilidade de Orlândia. Casou-se com Irene Baldini de Castro em 18 de Dezembro de 1.960, com quem tem quatro filhos: Air Júnior, Mariany, Júlio César e Daniella e quatro netos, João Antônio, Marco Antônio, Marina e Mariana. Ingressou no serviço público a convite do Prefeito da época, Celso Ibonan Rozelino em 1959, exercendo a Chefia de Gabinete, no mandato, do Prefeito Manoel Martins Prado, entre 1969 a 1972. Em 1972, licenciou-se de sua função pública, para candidatar-se a Prefeito, pela sublegenda ARENA II (Aliança Renovadora nacional) tendo sido eleito, cujo mandato perdurou de 1972 a 1976. No ano de 1975, sofreu a perda de seus entes queridos, mãe, irmão e tia, vítimas de acidente de trânsito na Estrada Vicinal, que na época, ligava Morro Agudo a Orlândia. Eleito Vereador no período de 1989 a 1992, contribuiu na elaboração da Lei Orgânica Municipal e Regimento Interno da Câmara Municipal e no biênio de 1.991 a 1.992, fora Presidente da Casa, tendo construído o Plenário da Câmara Municipal e dera início ao Projeto Pró - Memória, que visa resgatar a história do nosso povo. Atualmente é aposentado no serviço público, exercendo o comércio, a partir de 1.980, no ramo de Farmácia, estando filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT), do qual é Presidente. Em 2002, por motivo de doença, entregou a direção do PDT, ao Sr. conhecido como João Mineiro, falecendo no dia 24 de agosto de 2003. .